Accueil Pôles d'activités Activités Territoires Ateliê : A Prevenção de Riscos para o Património Mundial

Ateliê : A Prevenção de Riscos para o Património Mundial



Logo AWHF Logo CPM Logo EPA Drapeau Mozambique Logo MAE Norvège



ATELIÊ : A Prevenção de Riscos para o Património Mundial
DATA : 30 de Junho a 11 de Julho de 2014
LIEU : Ilha de Moçambique, Moçambique
ORGANIZADORES : Fundo para o Património Mundial Africano (AWHF), Escola do Património Africano (EPA), Centro do Património Mundial da UNESCO
FINANCIAMENTO : Ministério dos Negócios Estrangeiros da Noruega, Fundo para o Património Mundial Africano

 

1-Contexto

Lançado aos 3 de Maio de 2006, o Fundo para o Património Mundial Africano (AWHF) foi criado para apoiar os Estados Africanos a melhorar a conservação do seu património cultural e natural, de acordo com as disposições da Convenção do Património Mundial. Em conformidade com a Convenção do Património Mundial, o segundo ciclo de relatórios periódicos para Região África, que teve lugar em 2009-2011, identificou quatro áreas prioritárias a considerar na Região, a saber:
i. Engajamento das comunidades e vantagens do Património Mundial ;
ii. Reconhecimento, formalização e documentação dos sistemas de gestão tradicionais ;
iii. Património Mundial e necessidades de desenvolvimento ;
iv. Património Mundial nas zonas de conflito e pós-conflito.

O AWHF, em colaboração com o Centro do Património Mundial da UNESCO, o ICCROM, a Escola do Património Africano, o Centro para o Desenvolvimento do Património em África (CHDA) e a Fundação Norueguesa do Património Mundial (NWHF), desenvolveu um programa a ser implementado nas quatro áreas prioritárias identificadas no relatório periódico. O programa contém várias actividades entre as quais um ateliê de formação sobre a prevenção de riscos.

Os bens do património são cada vez mais expostos a diferentes ameaças, tais como incêndios, inundações, catástrofes naturais, vandalismo em situação de instabilidade política ou de conflitos armados, etc. Já existe uma consciencialização sobre a falta de capacidade para enfrentar os tais riscos, como uma ameaça para os bens patrimoniais a nível local e regional. Este ateliê de formação realizar-se-á num sítio específico e visa reforçar as capacidades e os conhecimentos dos profissionais do património e as comunidades sobre a prevenção de riscos e os mecanismos de protecção, conservação e gestão dos bens do património mundial cultural. Este projecto lusófono é implementado pela EPA.

2- Objectivos do projecto

O principal objectivo do ateliê de formação é o de dar um panorama dos diferentes aspectos da gestão dos riscos de sinistros para os bens do património cultural. Em particular, a formação permitirá aos participantes de adquirir as competências necessárias para:

  • Levar a cabo uma avaliação integrada dos riscos analisando a vulnerabilidade do património cultural aos riscos de catástrofes ;
  • Elaborar e implementar planos de gestão de riscos para o património cultural que correspondem com as ferramentas de planificação local e regional e as políticas e planos de gestão dos sinistros ;
  • Desenvolver um sistema integrado de gestão dos riscos de sinistros para o património cultural, inserindo a prevenção e a redução dos riscos, as intervenções em caso de emergência e a recuperação em caso de sinistro ;
  • O objectivo associado é o de consolidar a rede de profissionais e membros da Comunidade que são habilitados de tratar in situ os desafios da prevenção e gestão dos riscos sobre os bens do património mundial.

3- Resultados esperados

  • Os participantes adquiriram uma experiência e conhecimentos sobre os diversos aspectos da gestão dos riscos e sinistros para os bens patrimoniais;
  • Uma rede de comunicação e intercâmbio profissional é criada para os profissionais e os detentores locais do património.

4- Programa

O projecto realizar-se-á em duas semanas (14 dias) e será estruturado de seguinte forma :

    • Assistência académica aos participantes para ajudá-los a elaborar os planos de gestão dos riscos para o património cultural dos seus países.
    • Campo de aprendizagem baseado sobre as visitas e ilustrações práticas sobre um bem do património mundial;.
    • Debates e apresentações individuais / de grupos – para aprender os princípios e conhecimentos práticos para a gestão dos riscos e dos sinistros tendo em conta as normas de conservação dos valores do património cultural.

5-Língua de trabalho

A língua de trabalho é o Português.

6-Participantes

As candidaturas femininas e dos membros de comunidades que preencherem os requisitos de selecção serão profundamente encorajadas a se candidatarem.

12 Participantes serão seleccionados para fazer parte do Ateliê. Os participantes devem estar ligados a um bem do património mundial. Os participantes podem incluir os gestores de sítios, os membros da comunidade e outros profissionais (não necessariamente no sector do património). A candidatura está aberta aos oriundos de todos os países africanos de língua oficial portuguesa e espanhola.

7-Dossiê de candidatura

A selecção será baseada sobre os seguintes elementos :

  • O formulário de pedido de inscrição devidamente preenchido.
  • Uma carta de recomendação do Director do Património ou da autoridade de tutela do país de origem do candidato.
  • Uma breve descrição (2-3 páginas) do bem do património mundial a que o candidato está ligado. O documento deve conter as seguintes informações: contexto histórico e geográfico do bem, estado de conservação, riscos e deteriorações afectando o bem, medidas tomadas.

8-Data limite

O dossiê de candidatura completo deve chegar à Escola do Património Africano (EPA) até o mais tardar 28 de Abril de 2014 por correio electrónico, para os seguintes endereços :

Correio electrónico: Cette adresse e-mail est protégée contre les robots spammeurs. Vous devez activer le JavaScript pour la visualiser. e Cette adresse e-mail est protégée contre les robots spammeurs. Vous devez activer le JavaScript pour la visualiser. com cópia à Cette adresse e-mail est protégée contre les robots spammeurs. Vous devez activer le JavaScript pour la visualiser. e Cette adresse e-mail est protégée contre les robots spammeurs. Vous devez activer le JavaScript pour la visualiser.

Favor enviar obrigatoriamente os dossiês por correio electrónico simultaneamente para os endereços acima indicados.

9- Financiamento

As despesas do ateliê serão cobertas pelos organizadores. Entretanto, os custos do visto e transporte nos países de partida não serão cobertos pelos organizadores.

Vous êtes ici : Home Pôles d'activités Activités Territoires Ateliê : A Prevenção de Riscos para o Património Mundial